outubro 21, 2013

Têm sido tempos fortíssimos


Setembro e Outubro vão ficar marcados por alguns acontecimentos importantes no universo das séries televisivas. Foi nesta altura que terminaram duas das séries mais emblemáticas de todos os tempos. Dexter e Breaking Bad. Dexter é um claro exemplo de perda de qualidade ao longo das longas temporadas, cujo finale acabou por dar o devido seguimento a este facto. Ainda assim essa perda de qualidade e a desilusão pela forma como acabou a história não apagam o mérito de uma das mais importantes séries já feitas cuja personagem Dexter ficará para sempre na memória. Já Breaking Bad assumiu-se desde o primeiro episódio até ao último como a melhor série dramática de sempre. Penso que o segredo para o sucesso de Breking Bad esteve na forma como conseguiu transmitir ao espectador uma espécie de mixed feelings face à personagem principal. Walter White era um fabricante de droga, o que por si só lhe daria um carácter detestável, mas a sua personalidade, o drama que ele vive na sua vida e a forma como ele se envolve no meandro do fabrico e tráfico, os mal entendidos, o sentido de justiça e outras diversas tropelias mais ou menos constrangedoras feitas com um bom sentido de humor fizeram desta personagem e desta série uma das favoritas e mais amadas e admiradas. 
Se em Setembro chegaram ao fim algumas das melhores séries, em Outubro já começaram outras que não ficarão muito atrás das duas que referi e que terminaram em setembro. Não sou pessoa viciada em séries pelo que prefiro pensar que só vejo aquelas que valem a pena, do alto do meu sentido critico…Homeland, American Horror Story e The Walking Dead são os meus destaques. Homeland mostrou também desde cedo ser uma série de qualidade, uma série que se propõe a penetrar fundo no tema da ameaça terrorista e que não tem medo em abordar a problemática dos vários poderes e interesses políticos que estão por trás desse combate. American Horror Story desperta sempre a curiosidade movida pela primeira temporada, francamente de boa qualidade num segmento sempre difícil de agradar como é o do terror. E The Walking Dead, talvez a série que mova mais fãs a par de Game of Thrones, e que marca a diferença num tempo imerso em muito ruido zombie. 

2 comentários:

  1. É verdade Breaking Bad e Dexter foram duas das séries mais marcantes da actualidade. Concordo com o rumo descendente de Dexter, o seu auge foi até à 4º temporada, e também com a qualidade de Breaking Bad ao longo das 5 temporadas. Quanto a ser a melhor série dramática de sempre, isso já é mais díficil de dizer, até porque existe uma chamada The Wire :P

    Das outras que mencionas só sigo Homeland e acho que ficará bem afastada de "Braking Bad". Teve uma forte 1º temporada, mas acho que tem vindo a descer e questiono seriamente qual o rumo desta 3º temporada. Mas podem sempre provar-me que estou errado, oxalá.

    Eu de momento ando mais entusiasmado com "Sherlock", "Utopia" e "Doctor WHO" :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem, o Breaking Bad é a minha opinião pessoal, é sempre subjectivo. Quanto às três que destaquei e que estão agora a passar acompanho esse teu receio relativamente ao Homeland, tenho algumas dúvidas quanto à terceira temporada e o mesmo se aplica às outras duas séries. A primeira do American Horror Story foi, na minha opinião muito boa, já a segunda não gostei tanto e esta terceira estou cá para ver. O Walking Dead é um valor quase seguro, a ver vamos :)

      Eliminar